Mês: janeiro 2021

Tipos de Firewall

Tipos de Firewall

Em nossa matéria anterior falamos um pouco da importância de investir em um sistema de firewall eficiente em sua empresa.

Você pode acompanhar e rever essas informações clicando (aqui).

Nesse novo artigo iremos mostrar os tipos e falar um pouco mais sobre cada um deles, para que assim você possa analisar e implantar o tipo de firewall mais eficaz em sua rede.

Firewall de Hardware

Conhecido como firewall de dispositivo é ligado diretamente em uma rede interna ou externa.

Diferente do firewall de software, o firewall de hardware tem seus recursos e não consome nenhuma CPU ou RAM dos dispositivos host. Utilizado como um dispositivo físico que serve de gateway.

Muito utilizado por médias e grandes empresas que possuem infraestrutura de TI e diversos computadores ligados a ela. Essa solução é muito eficaz do que instalar software individual em cada dispositivo.

Firewall de Software

Instalado diretamente no host e conectado a um dispositivo específico, ele necessita utilizar seus recursos para funcionar, consequentemente é inevitável o uso de parte da RAM e da CPU do sistema.

Caso tenha diversos micros conectados em sua rede e na sua estrutura corporativa, é necessário efetuar a instalação em cada um desses dispositivos.

Lembrando que ele deve ser compatível com o host e também precisa ser configurado individualmente, as vantagens de firewalls de software é que eles podem diferenciar programas enquanto filtram o tráfego de entrada e saída.

Firewall de Filtragem

Utilizado para verificação de segurança conectado em switches e roteadores ele monitora o tráfego de rede filtrando os pacotes recebidos de acordo com as informações que eles carregam.

Esse tipo de firewall decide se um pacote deve ou não ter acesso a rede. Para isso, ele inspeciona o protocolo, endereço IP de origem, IP de destino, porta de origem e porta de destino.

Firewall Proxy

Essa modalidade de firewall trabalha como um intermediário entre sistemas internos e externos mantendo a comunicação através da internet.

Assim fazendo a proteção da rede encaminhando solicitações do cliente original e mascarando-a como sua. Proxy significa servir como um substituto e, consequentemente, esse é o papel que desempenha. Ele substitui o cliente que está enviando a solicitação.

Durante uma solicitação feita pelo cliente para acessar uma pagina web, essa mensagem é interceptada pelo servidor proxy.

proxy encaminha a mensagem para o servidor da web, fingindo ser o cliente. Isso oculta a identificação e a geolocalização do cliente, protegendo-o de quaisquer restrições e possíveis ataques.

Dicas de rede estruturada para sua empresa

Todos nós profissionais e entendedores do mundo de TI sabemos da importância de uma rede bem estruturada. Aliada da infraestrutura de sua empresa e principal responsável pela comunicação de dados.

Decidimos deixar aqui algumas dicas e informações importantes para ajudar ou até mesmo melhorar o desempenho de sua TI.

Para montar uma estrutura de rede de alta capacidade e confiável, é necessário que sua equipe tenha atenção em alguns pontos abaixo:

1 – Infraestrutura Física 

A primeira etapa do projeto de rede é reconhecer todo o espaço disponível para mensurar a quantidade de equipamentos necessários na infraestrutura local. 

2 – Capacidade

Saber a quantidade de pessoas é importante para definir a capacidade que será instalada, para isso é preciso projetar e calcular o número de pessoas que irão utilizar a rede, contabilizando a quantidade atual e também a futura.

3 – Matéria Prima 

Além das duas informações anteriores serem fundamentais para construção e a elaboração da estrutura da rede do local, a quantidade de insumos também devem ser consideradas, como por exemplo: Metragem de cabos de redes, switches, patch cord, racks, servidores, computadores e assim por diante. 

Com tudo isso, sua equipe de TI terá mais assertividade na compra dos itens e evitar compras em excessos.

4 – Rede Elétrica 

Aliada de toda a parte da infraestrutura de TI e ligada diretamente ao funcionamento de todos os componentes ligados à sua rede, é fundamental uma análise e também uma boa instalação elétrica no local.

5 – Redundância

Sabemos que todos os sistemas estão sujeitos a falhas e até mesmo imprevistos, o grande vilão da rede elétrica são as quedas de energia. Para isso recomendamos sistemas capazes de prevenir os impactos dessas quedas, para que assim seus colaboradores não tenham impactos na operação durante seu dia a dia.

6 – Segurança da Informação 

Outro ponto importante é a segurança da sua rede local, após toda a montagem da infraestrutura de sua rede agora chegou o momento de deixa-la mais segura e para garantir isso, sugerimos que invista em: Firewall para aplicações de políticas de acesso e controle de consumo de banda, sistema de proteção a ataques e vírus.

Gostaram de nossas dicas e sugestões? 

Caso precisem de uma ajuda para adaptar e até mesmo montar parte de sua estrutura de TI, entre em contato com nossa equipe especializada. 

Como evitar servidores lentos

Algumas empresas sofrem com o mau funcionamento de seus servidores e racks, um problema comum muito presente no ambiente corporativo que é a lentidão no funcionamento desse item importante de sua infraestrutura de TI.

Causando problemas na hora de fazer o gerenciamento e na execução de processos internos dentro da empresa. Para ajudar vocês, resolvemos deixar aqui em nosso blog algumas dicas importantes que possam ajudar no dia a dia de sua equipe de TI.

Vamos lá?

Proteja seus servidores de vírus

Sabemos que alguns vírus podem causar lentidão e até mesmo outros tipos de danos nos servidores. Neste caso, recomendamos que eliminem todos visitantes indesejáveis com certa urgência, invista em soluções bem avaliadas e recomendadas quando o assunto for antivírus. 

Configuração de Hardware

Quando o assunto é hardware, não tem outra solução a não ser uma ótima configuração e capacidade de armazenagem bem ampla no disco rígido, principalmente um bom processador no qual será um dos principais responsáveis em evitar a lentidão em sua infraestrutura de TI.

Mantenhas em dia todas as atualizações   

Um dos principais cuidados que você precisa ter para manter o servidor sempre em boas condições é em relação às atualizações. Atualizações servem não apenas para incrementar recursos de um programa ou sistema, mas também aumentar a sua proteção e o seu desempenho. É comum vermos programas que em suas versões iniciais são lentos e pesados e em suas versões mais recentes se tornaram leves ágeis.

E claro, a segurança também é importante. Um programa ou sistema não seguro pode ser alvo de ciberataques que não só irão danificar a eficiência deste como talvez do servidor inteiro por consequência.

Refrigeração do ambiente

Algo inevitável de ocorrer é o superaquecimento de máquinas e servidores disponíveis em seu rack, pelo motivo de estarem centralizando tantos recursos e informações. E elas ainda têm a possibilidade de aquecerem mais que computadores normais.

Então, para evitar que peças derretam ou sejam danificadas por causa da alta temperatura, é importantíssimo que os servidores possuam um bom sistema de resfriamento externo.

Outras recomendações também são investimentos em: armazenagem nas nuvens, acompanhamentos e análises precisas nos diagnósticos, desinstalar programas desnecessários sem utilidades e entre outros fatores. Caso precise de auxílio de especialistas no assunto, entre em contato conosco, temos equipes técnicas prontas para atuarem em todo o território nacional.