Você sabia que nós e todas empresas que oferecem tecnologia e inovação também contribuem para o aquecimento global devido ao (CO2)?

Espaços como Data Center necessitam de uma grande quantidade de energia para funcionar e por isso, são grandes potenciais na emissão de poluentes em nosso planeta, geralmente utilizam baterias a diesel para se manter em caso de uma queda de energia e outros componentes que praticamente utilizam fontes de energia fóssil.

Pensando nisso, empresas como a Google, em 2020, anunciou que conseguiu remover um legado de emissão de CO2 liberado no ano de 2007. E outras empresas como Twitter e Facebook querem o título de 0 carbono, no abastecimento de energia de seus Data Center no ano de 2022.

Atualmente um problema para muitas empresas, o descarte irregular de equipamentos eletrônicos ainda preocupa especialistas do meio ambiente.

Segundo o relatório da Associação Internacional de Resíduos Sólidos, divulgado em julho de 2020, o mundo bateu recorde de produção de lixo eletrônico em 2019.

Foi alcançado a marca de 53,6 milhões de toneladas, ou mais de sete quilos por habitante do planeta. O Brasil é o sétimo maior produtor de lixo eletrônico do mundo.