Tipos de Firewall

Em nossa matéria anterior falamos um pouco da importância de investir em um sistema de firewall eficiente em sua empresa.

Você pode acompanhar e rever essas informações clicando (aqui).

Nesse novo artigo iremos mostrar os tipos e falar um pouco mais sobre cada um deles, para que assim você possa analisar e implantar o tipo de firewall mais eficaz em sua rede.

Firewall de Hardware

Conhecido como firewall de dispositivo é ligado diretamente em uma rede interna ou externa.

Diferente do firewall de software, o firewall de hardware tem seus recursos e não consome nenhuma CPU ou RAM dos dispositivos host. Utilizado como um dispositivo físico que serve de gateway.

Muito utilizado por médias e grandes empresas que possuem infraestrutura de TI e diversos computadores ligados a ela. Essa solução é muito eficaz do que instalar software individual em cada dispositivo.

Firewall de Software

Instalado diretamente no host e conectado a um dispositivo específico, ele necessita utilizar seus recursos para funcionar, consequentemente é inevitável o uso de parte da RAM e da CPU do sistema.

Caso tenha diversos micros conectados em sua rede e na sua estrutura corporativa, é necessário efetuar a instalação em cada um desses dispositivos.

Lembrando que ele deve ser compatível com o host e também precisa ser configurado individualmente, as vantagens de firewalls de software é que eles podem diferenciar programas enquanto filtram o tráfego de entrada e saída.

Firewall de Filtragem

Utilizado para verificação de segurança conectado em switches e roteadores ele monitora o tráfego de rede filtrando os pacotes recebidos de acordo com as informações que eles carregam.

Esse tipo de firewall decide se um pacote deve ou não ter acesso a rede. Para isso, ele inspeciona o protocolo, endereço IP de origem, IP de destino, porta de origem e porta de destino.

Firewall Proxy

Essa modalidade de firewall trabalha como um intermediário entre sistemas internos e externos mantendo a comunicação através da internet.

Assim fazendo a proteção da rede encaminhando solicitações do cliente original e mascarando-a como sua. Proxy significa servir como um substituto e, consequentemente, esse é o papel que desempenha. Ele substitui o cliente que está enviando a solicitação.

Durante uma solicitação feita pelo cliente para acessar uma pagina web, essa mensagem é interceptada pelo servidor proxy.

proxy encaminha a mensagem para o servidor da web, fingindo ser o cliente. Isso oculta a identificação e a geolocalização do cliente, protegendo-o de quaisquer restrições e possíveis ataques.